Mônica Rosenberg

22 de agosto de 2017 | 17:53

Abre-alas: o BloCo está chegando! – Mônica Rosenberg

O Instituto Não Aceito Corrupção nasceu para trazer inteligência ao combate à corrupção. Complementando a emoção catalizadora das manifestações populares, fixamos o objetivo de produzir conteúdo técnico, para qualificar a discussão, dar efetividade à elaboração de politicas publicas, e contribuir para a educação da sociedade. Muito se falava sobre corrupção, mas pouco se sabia: tínhamos muitas perguntas e poucas respostas.

Ao longo desses dois anos, realizamos diversos projetos, e percebemos que nossa maior força era justamente a quantidade de pessoas brilhantes que estavam comprometidas com a causa. Nossos projetos mais impactantes eram aqueles em que somávamos inteligências distintas, visões complementares, para produzir conteúdos relevantes e trazer ideias inovadoras, como ocorreu na Semana de Combate à Corrupção.

O todo foi se revelando maior do que a soma das partes. A cada reunião do núcleo de estudos, a cada debate, a cada seminário, ficava claro que a riqueza de ideias alí produzidas precisava ser compartilhada. E assim surgiu a ideia de montarmos um blog, reunindo profissionais talentosos e emblemáticos para discorrer sobre corrupção e as formas de enfrentá-la. Foi batizado de BLOCO, por ser ao mesmo tempo: união de gente na rua em torno de uma ideia; e também um elemento concreto fundamental para a consistência de uma construção.

Começamos então a convidar nossos parceiros e amigos; o único critério exigido era que fossem profissionais com profundo conhecimento do tema. É uma alegria ter reunido esse time de colaboradores, que pretendemos seguir ampliando, sempre em busca de novas ideias.

Assim como o INAC, o BloCo será apartidário, multidisciplinar e rigoroso na discussão de conceitos.

Temos certeza que essa reunião de visões vai multiplicar o impacto das ideias que serão colocadas aqui. Esperamos que gostem, e que nos ajudem a tornar o BloCo uma fonte viva de conceitos e ideias, divulgando, comentando, questionando e interagindo, para que ele seja uma ferramenta efetiva na construção de um Brasil mais ético.

Fiquem ligados!

Monica Rosenberg
Advogada e diretora-executiva do Instituto Não Aceito Corrupção.